01. REI DO BAIRRO ALTO

Vou de costas mas vou indo,
Onde há quem desça eu vou subindo,
O meu casaco de pele,
O meu Porsche vermelho,
Se eu puxar de papel
Já não me sinto tão velho.
Hum, estou bem!
Se os outros vão eu vou também,
Gosto que me vejam
O decote em janela,
Aprendi esta pose,
Já tenho um pé na novela.
 
Olha bem pr’a mim,
Já viste alguém assim?
Não há ninguém tão bom
E nada me vai deter,
 
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
 
Entro de lado no Porto inteiro,
Conheço o dono e o porteiro.
Tenho um vestido de malha,
E um olhar que não falha,
Vi na revista do cabeleireiro.
Hum, vou a pé!
Levo a guitarra e o djambé,
Se há coisa que me oprime
É não ter um Moleskine,
Filosofia de rodapé.
 
Olha bem pr’a mim,
Já viste alguém assim?
Não há ninguém tão bom
E nada me vai deter,
 
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
 
 
Ah, espelho meu!
Eu na terra e o sol no céu,
Vou dormir ao som da fama,
Este país é por mim que chama.
 
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!
Vou dar o salto,
Vou ser o Rei do Bairro Alto!