Pedro Abrunhosa

  
EURICO AMORIM
PIANOS

Eurico Amorim, nascido a 25 de Abril de 1983 no Porto, inicia desde cedo os seus estudos musicais. Com 9 anos começa os estudos de piano clássico que conclui no Instituto Orff do Porto.

Em 1996 surge o interesse pelos sintetizadores e pelo jazz, tendo tido formação na Escola de Jazz do Porto com o professor Hugo Raro, durante dois anos, e nos dois anos seguintes aulas particulares com André Sarbib.

No meio deste percurso, estuda ainda violoncelo e bateria no Instituto Orff do Porto. Entre 1994 e 1999, participa na orquestra deste instituto, Orquestra Orff do Porto, onde toca Xilofone e Percurssão.

É no Instituto Orff que conhece Miguel Ramos, Miguel Azevedo, João Guimarães e AP (António Pedro Neves) com quem forma a sua primeira banda em 2000 os Insert Coin, juntando-se mais tarde (Rui Lacerda) para completar a formação. Gravam um único registo em 2005, com a produção de Tó Pinheiro da Silva, numa parceria entre a Editora Borland, a Fnac e o Blitz.

Entretanto, realiza estudos na Escola Secundária Aurélia de Sousa e frequenta, até ao quarto ano, o curso de Arquitectura da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.

É convidado em 2002 por Nuno Mendes e Luis Lumini, dois ex-Bandemónio, para integrar a formação do projecto desta dupla, Lucky Stereo, com quem grava o cd “Time Capsule” em 2004.

Em 2003 é convidado por João Pedro Coimbra (outro ex-Bandemónio) para se juntar ao projecto Mesa, com o qual grava o CD, “Vitamina” em 2005. É neste ano de 2003 que forma os Supernada com Ruca (Rui Lacerda), Manel Cruz, Miguel Ramos e Francisco Fonseca, com os quais grava o álbum “Nada é Possível” em 2013.

No ano de 2005 integra a formação inicial da banda rock do Porto, os Sizo, com os quais toca até 2011 com quem grava três Ep´s, “Short-Term Proposition” (2005), “Nice To Miss You” (2007) e “Got To Love People Who Set Themselves Up To Disaster” (2009).

Neste ano de 2005, é seleccionado para o projecto “Cobra”, orientado por John Zorn, que resulta num concerto na Sala Suggia da Casa da Musica, conduzido pelo mesmo. No ano de 2008 inicia o seu projecto de originais, “The Bombazines”. Convida Gon (Rui Silva) e Marta Ren como dupla de vocalistas, Miguel Barros no baixo e Nuno Mendes nas programações, que culmina na gravação de um EP homónimo em parceria com a Optimus Discos em 2009.

Neste ano é também convidado por Paulo Praça para colaborar no seu projecto a solo. Participa na gravação do seu segundo álbum a solo “Dobro dos Sentidos” de 2010. Ao longo do seu percurso faz ainda participações ao vivo com The Funkulicious, Souls of Fire, Rubber Sessions, André Indiana, Mónica Ferraz, Emmy Curl e We Trust. Faz também participações em álbuns como os de Mind the Gap, Foge Foge Bandido, Jorge Cruz, André Indiana, Monica Ferraz e Emmy Curl.

Em 2010 é convidado por Pedro Abrunhosa para fazer parte dos “Comité Caviar”.

voltar
Copyright © 2013 Pedro Abrunhosa
Sponsored phneutro  ::  By INOVAnet